UNICEF, Instituto Formação, Governo do Estado e municípios juntos para 1 Milhão de Oportunidades

“Café com as Trilhas” é o primeiro encontro presencial do Selo UNICEF – 2021-2024 com os municípios maranhenses, e tem por objetivo apresentar a iniciativa 1 Milhão de Oportunidades (1MiO), liderada pelo UNICEF e instituições parceiras de todo o Brasil na missão de mudar uma geração. São empresas privadas, organizações civis e governos oferecendo oportunidades de formação, capacitação e acesso saudável ao mundo do trabalho para a juventude brasileira.

O encontro é realizado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Governo do Estado do Maranhão, além do Instituto Formação – Centro de Apoio à Educação Básica (FCAEB), parceiro implementador, e com o apoio institucional do Ministério Público do Estado do Maranhão (MPMA), Defensoria Pública do Estado (DPE), Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) e Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem). O evento ocorre hoje (12/5) e amanhã (13/5), de 8h às 18h, no Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), no antigo Marista.

O tema escolhido para este evento é uma resposta à principal reivindicação da juventude brasileira: trabalho e geração de renda, ou seja, oportunidades. Paralelamente, vinculada à educação, a temática será debatida por cerca de 120 representantes das prefeituras de 60 municípios maranhenses e sociedade civil, convidados para participar do encontro.

O UNICEF e instituições parceiras de todo o Brasil lideram a iniciativa ‘1 MiO – 1 Milhão de oportunidades – Geração que Transforma’, que é um programa global do UNICEF realizado em todo o mundo, cujo objetivo é mudar toda uma geração por meio de oportunidades de trabalho e aprendizagem. É, justamente, a adesão a essa iniciativa que o encontro vai promover entre os municípios do estado. Por meio dela, empresas privadas, organizações civis e governos oferecem oportunidades de formação, capacitação e acesso saudável ao universo do trabalho para a juventude brasileira, e claro, sem prejudicar os estudos.

“Esses são os primeiros encontros presenciais do Selo UNICEF nesta edição. Será uma excelente oportunidade para que os municípios saibam mais sobre o que precisam fazer para ganhar a certificação do UNICEF no final desse processo. É sempre importante lembrar que aqueles municípios que participam do Selo têm melhores indicadores somente pelo fato de já participar. As crianças e os adolescentes sempre ganham com o Selo!”, considera a chefe do escritório do UNICEF no Maranhão, Ofélia Silva.

Principal segmento social diretamente beneficiado pelo 1MiO, a juventude dos municípios maranhenses está presente no encontro representada pelos mobilizadores de adolescentes e jovens do Selo UNICEF, que têm o importante papel de articular as atividades dos Núcleos de Cidadania de Adolescentes (Nucas). No Maranhão, 216 municípios aderiram ao Selo UNICEF – 2021-2014.

O jovem Natanael Pereira, mobilizador de adolescentes do Selo UNICEF na cidade de São José dos Basílios, participa pela primeira vez e considera que momentos como este abrem novas perspectivas para a juventude maranhense. “A gente adquire vários conhecimentos e podemos beneficiar nosso município com esse 1 Milhão de Oportunidades. A partir do momento que adquirimos esse conhecimento, podemos sentar com nosso gestor e ver o que podemos fazer para melhorar nossa cidade. Conhecer as empresas parceiras foi incrível e tudo isso vai melhorar a situação das famílias de uma forma geral”, fala Natanael.

Felipe Gonzales, oficial de Programas do UNICEF para a Iniciativa Geração que Transforma – 1 Milhão de Oportunidades, vai dialogar diretamente com a juventude e representantes das secretarias municipais participantes, esclarecendo as principais dúvidas e contribuindo para o melhor entendimento da iniciativa. “A ideia da iniciativa surgiu antes da pandemia como resposta às altas taxas de adolescentes e jovens excluídos da escola e sem acesso ao mundo do trabalho. Para mudar esse cenário, é preciso um profundo comprometimento de todos os segmentos da sociedade e de cada um de nós pela garantia de direitos, educação de qualidade, a proteção contra violências, o acesso a oportunidades de formação, inclusão digital e o acesso ao trabalho decente, seja pelo emprego ou no empreendedorismo, para todas as juventudes brasileiras”, esclarece.

Para a secretária de Administração do município de Chapadinha, Leila Pessoa, aderir à iniciativa irá impactar diretamente na vida de crianças e adolescentes de sua cidade. “A  gente está reunido aqui  com tantos municípios presentes em busca de uma melhor qualificação do Selo Unicef. Nós vemos o 1 Mio como uma oportunidade única para os jovens ingressarem em uma profissão, no mercado de trabalho. Isso, em uma cidade como Chapadinha e muitas outras cidades do Maranhão, é de grande valor, um trabalho para uma melhor qualidade de vida.”, considera a secretária.

Este é o primeiro encontro presencial promovido pelo Selo UNICEF – 2021-2024, que desde o início da pandemia vem realizando suas atividades de forma virtual. “Esses momentos presenciais são muito mais produtivos, mais fortes, porque socializamos melhor nossas ideias, tiramos dúvidas e vivenciamos as experiências dos outros municípios que também estão desenvolvendo esta edição do Selo”, relata Williane Moraes, articuladora do Selo UNICEF – 2021-2024 na cidade de Pio XII.

O encontro faz parte da série de “Cafés com Trilhas” presencias, que vão ocorrer durante toda esta edição, e que ainda neste semestre terá como temas: educação de qualidade para todos; Plano Municipal pela Primeira Infância; Lei Orçamentária Anual, entre outros subtemas transversais.