Escolas de Manaus (AM) e Rolim de Moura (RO) são contempladas com iniciativa de água, saneamento e higiene 

Ao menos 215 alunos da Escola Municipal Polo Francisca Duran Costa, localizada na zona rural do município de Rolim de Moura, em Rondônia, foram contemplados nessa quarta-feira, 21/09, com o projeto “Águas e Higiene nas Escolas”, uma realização do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a empresa ADM e Prefeitura de Rolim de Moura, e implementado pela Visão Mundial. O projeto beneficia unidades de ensino localizadas em áreas de vulnerabilidade social com material de higiene e educativo. Nessa escola, foram entregues duas estações de lavagem de mãos e kits de higiene que inclui sabonete líquido, papel toalha e absorventes higiênicos para dignidade menstrual de meninas. A escola oferece educação infantil e ensino fundamental, somando cerca de 362 alunos matriculados. “Além de entregas dos materiais, o projeto tem ações para fortalecer os protocolos de água, saneamento e higiene, prevenção e controle de infecções no ambiente escolar. Estão sendo realizados também capacitação de professores em protocolos de saúde, campanhas de conscientização e orientações sobre hábitos de higiene para os estudantes, limitando assim a transmissão do coronavírus no ambiente escolar, além de comportamentos protetivos de saúde e medidas de prevenção e/ou mitigação do risco de disseminação de doenças evitáveis, como diarreia e dengue”, explica Paulo Diógenes, especialista em Água, Saneamento e Higiene do UNICEF.  Para Alessandra Souza, gestora da escola Escola Municipal Polo Francisca Duran Costa, essa parceria com o projeto do UNICEF chegou em um momento excepcional. “Essas estações de lavagem de mãos são algo novo, diferente, bonita e que chama atenção dos alunos. Estamos super felizes pela escola ter sido contemplada com essa iniciativa, sem contar que é tudo super acessível para os alunos da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. Além disso, tem também os absorventes higiênicos, que chegam para impulsionar um projeto de dignidade menstrual que iniciamos na escola, haja vista que a nossa escola
UNICEF e parceiros impulsionam ações de proteção às crianças e adolescentes por meio de projeto para fortalecer protocolos de prevenção e controle de infecções no ambiente escolar (Foto: Bruno Kelly)

 

Ao menos 215 alunos da Escola Municipal Polo Francisca Duran Costa, localizada na zona rural do município de Rolim de Moura, em Rondônia, foram contemplados nessa quarta-feira, 21/09, com o projeto “Águas e Higiene nas Escolas”, uma realização do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), em parceria com a empresa ADM e Prefeitura de Rolim de Moura, e implementado pela Visão Mundial. O projeto beneficia unidades de ensino localizadas em áreas de vulnerabilidade social com material de higiene e educativo. Nessa escola, foram entregues duas estações de lavagem de mãos e kits de higiene que inclui sabonete líquido, papel toalha e absorventes higiênicos para dignidade menstrual de meninas. A escola oferece educação infantil e ensino fundamental, somando cerca de 362 alunos matriculados.

“Além de entregas dos materiais, o projeto tem ações para fortalecer os protocolos de água, saneamento e higiene, prevenção e controle de infecções no ambiente escolar. Estão sendo realizados também capacitação de professores em protocolos de saúde, campanhas de conscientização e orientações sobre hábitos de higiene para os estudantes, limitando assim a transmissão do coronavírus no ambiente escolar, além de comportamentos protetivos de saúde e medidas de prevenção e/ou mitigação do risco de disseminação de doenças evitáveis, como diarreia e dengue”, explica Paulo Diógenes, especialista em Água, Saneamento e Higiene do UNICEF.

Para Alessandra Souza, gestora da escola Escola Municipal Polo Francisca Duran Costa, essa parceria com o projeto do UNICEF chegou em um momento excepcional. “Essas estações de lavagem de mãos são algo novo, diferente, bonita e que chama atenção dos alunos. Estamos super felizes pela escola ter sido contemplada com essa iniciativa, sem contar que é tudo super acessível para os alunos da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. Além disso, tem também os absorventes higiênicos, que chegam para impulsionar um projeto de dignidade menstrual que iniciamos na escola, haja vista que a nossa escola está inserida em uma comunidade que tem como realidade a vulnerabilidade social”, declara a gestora da escola.

Para a aluna Bárbara Moreira de Souza, 11 anos, que estuda o 6º ano, compartilha suas impressões sobre o recebimento das estações de lavagem de mãos e kits de higiene em sua escola. “Eu já peguei covid-19 e minha mãe também e foi muito difícil ver ela com os sintomas graves. Então, acredito que é muito importante ainda manter os cuidados de higiene para não se contaminar com o vírus. E os absorventes higiênicos também são essenciais porque pode acontecer de uma menina ficar menstruada na escola e não ter absorvente na mochila, e se a escola tiver, fica muito mais fácil”, afirma a estudante.

UNICEF e ADM em Manaus

Na capital amazonense, Manaus, no dia 13 de setembro, o Centro Integrado Municipal Professor Dr. Ademir de Oliveira, localizado no bairro Distrito Industrial I, também foi contemplado com a iniciativa, onde foram entregues duas estações de lavagem de mãos e kits de higiene que inclui sabonete líquido, papel toalha e absorventes higiênicos para dignidade menstrual de meninas. A escola oferece desde a educação infantil ao 9º ano e tem cerca de 1460 alunos matriculados.

Para Darlen Queiroz, 15 anos, estudante do 9º ano, a iniciativa é fundamental para que todos os alunos possam continuar se prevenindo da covid-19 e outras doenças, haja vista que se sentiu prejudicada nos estudos durante a pandemia e deseja não precisar mais ficar reclusa, sem poder frequentar a escola e ter contato com os amigos. “Foi muito difícil estudar durante a pandemia, pois além de ter que lidar com o medo da doença, perder pessoas queridas, havia também muitos assuntos que não entendíamos e nem era possível esclarecer com o professor, como é quando estamos de forma presencial em sala de aula. Então, a estação de lavagem de mãos que chegou para nossa escola com certeza é importante para que possamos continuar lembrando de manter os cuidados de se prevenir e proteger todos ao nosso redor, e principalmente para que possamos permanecer frequentando a escola”, enfatiza a adolescente.

Ao total, a iniciativa contempla dez escolas em Manaus, no Amazonas, e seis escolas em Rolim de Moura, em Rondônia.