APDMCE promove curso online sobre saúde mental de adolescentes para técnicos municipais do Ceará, Piauí e RN

A Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDMCE) realizou, na última quarta-feira (6/10), a quarta teleconferência do curso “Desenvolvimento integral, saúde mental e bem-estar de crianças e adolescentes na segunda década da vida”. As palestras são ministradas pela professora e doutora em Psicologia Alessandra Xavier e integram a programação do Selo UNICEF – implementado pela APDMCE no Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte.

A programação é direcionada a articuladores do Selo UNICEF, mobilizadores de adolescentes, psicólogos, assistentes sociais e pedagogos dos municípios dos três estados que aderiram ao programa. Todas as videoconferências estão sendo transmitidas pelo YouTube da APDMCE, que conta com uma playlist específica para a série de palestras.

O curso completo é formado por três módulos. O primeiro tem como foco a implementação de um serviço de apoio psicossocial a crianças e adolescentes ou referenciar as demandas a um serviço existente no município ou em município próximo, neste caso, facilitando o acesso sempre que necessário. O segundo módulo visa definir intersetorialmente (saúde, educação e assistência social) o fluxo de atendimento dos casos que demandam atenção especializada. Por fim, o curso tratará da promoção de ações intersetoriais de desenvolvimento integral e prevenção de gravidez não intencional na adolescência.

A professora Alessandra Xavier destaca o pioneirismo da iniciativa por pensar e executar essa articulação a partir da intersetorialidade e com a participação simultânea de agentes públicos de diferentes áreas. “A ideia é a gente pensar juntos, fazer alinhamentos conceituais. O que é que a assistência social traz de responsabilidade para a saúde mental? O que a educação tem de competência para a saúde mental e como a saúde pode fazer interface com essas áreas para pensar a saúde mental? Esse é um dos desafios mais complexos, e é mundial, não apenas no Brasil”, reforça a docente.

Durante as palestras, os participantes interagem pelo chat e enviam dúvidas e contribuições sobre o conteúdo ministrado – as principais questões são respondidas pela professora Alessandra Xavier nos encontros. Ao final do curso, os inscritos receberão certificado de participação. Essa iniciativa da APDMCE de promover capacitações e dar visibilidade à saúde mental teve início ainda no início do ano, quando foi realizado um ciclo de 17 teleconferências sobre o tema, de fevereiro a junho de 2021.

Assista às capacitações de saúde mental desde o início: