Foi com essa reflexão que Helena Oliveira, coordenadora do UNICEF para os estados de Bahia, Sergipe e Minas Gerais, iniciou o 4º Encontro de Capacitação do Selo UNICEF em Feira de Santana (BA). Os participantes responderam: aquelas que não tem registro civil, que estão em situação de rua, fora da sala de aula, que sofrem violência, que não tem acesso às políticas públicas, entre outras.  

O 4º Ciclo acontece nesta quarta (29) e quinta (30) de maio. O encontro reúne, nos dois dias, representantes de cerca de 75 municípios baianos, entre gestores da assistência social, presidentes dos CMDCAs e conselheiros tutelares. Confira a agenda completa da Bahia e dos demais estados, clicando aqui

O Selo UNICEF
 
A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF conta com a participação de mais de 1.900 municípios de 18 estados brasileiros, que assumiram junto ao UNICEF o compromisso de implementar políticas públicas para redução das desigualdades e garantir os direitos das crianças e dos adolescentes previstos na Convenção sobre os Direitos da Criança e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
 
A experiência com as edições anteriores comprova que os municípios certificados com o Selo UNICEF avançam mais na melhoria dos indicadores sociais do que outros municípios de características socioeconômicas e demográficas semelhantes que não foram certificados ou participaram da iniciativa.