Na sexta-feira passada (10), o UNICEF, em parceria com o Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA), reuniu pelo menos 100 municípios cearenses participantes do Selo UNICE

“Eu tive 13 filhos, cinco faleceram, ficaram oito. Nenhum deles teve estudo. Nem eles, nem eu. Na época, tudo era difícil. Eu tive que colocá-los na enxada desde cedo para trabalhar na roça.

Ao longo de mais de um mês, representantes de 249 municípios baianos participaram de encontros que marcaram o 3º Ciclo de Capacitação do Selo UNICEF.

Inscrever-se em Bahia