Presente na formação do 3º Ciclo de Capacitação do Selo UNICEF em Maceió (AL), a secretária de educação do município alagoano de São Sebastião, Sandra Ribeiro, destacou que a iniciativa fortalece os municípios e atua como apoio na busca das crianças que estão fora da escola. Neste último encontro presencial, que reuniu cerca de 60 municípios alagoanos em dois dias, a educação e seus desafios para combater a evasão escolar e a distorção idade-série foram os temas prioritários. 

Os encontros aconteceram em Arapiraca e Maceió, no fim de novembro, envolvendo quase 300 pessoas, entre gestores das áreas de educação, saúde e assistência social, articuladores e mobilizadores. “A iniciativa do Selo UNICEF fortalece os municípios e, de certa forma, é um apoio para que a gente busque essa criança que está fora da escola. O responsável não é só um setor do município, é um engajamento intersetorial, com entidades parceiras”, destacou Sandra Ribeiro. 

No encontro realizado na sede da OAB, na capital, o articulador do Selo UNICEF no município de Coruripe, Weliton Vasconcelos, destacou a importância dos momentos de capacitação. “São essenciais, fundamentais, para termos melhor entendimento das atividades e etapas necessárias para que possamos avançar nas políticas públicas e alcançar a certificação”, disse. Já a articuladora do município de Jequiá da Praia, Quitéria Magna dos Santos, reforçou que foi ao encontro em busca de ferramentas para ajudar na articulação de toda a equipe que participa da iniciativa na cidade. 

Busca Ativa Escolar
Ao longo do dia de formação, foram apresentadas iniciativas que vêm obtendo bons resultados, a exemplo da Busca Ativa Escolar para inclusão de crianças que estão fora da escola, do programa Trajetórias de Sucesso Escolar, que aborda o enfrentamento da distorção da idade-série e formas de reverter a evasão escolar, além da apresentação de experiências pedagógicas de sucesso escolar no Brasil. A agenda incluiu também orientações para políticas de tratamento adequado da sífilis congênita e relatos de experiência dos Núcleos da Cidadania dos Adolescentes (NUCAs) instalados nos municípios participantes.

O Selo UNICEF
A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF conta com a participação de mais de 1.924 municípios de 18 estados brasileiros, na Amazônia e no Semiárido. Destes, 63 estão em Alagoas. Seu sucesso é resultado da parceria entre o UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltados às crianças e adolescentes.

Alcançar os mais de 1.900 municípios que participam do Selo UNICEF só é possível graças ao apoio de milhares de doadores individuais e de parceiros corporativos como Amil, Instituto Net Claro Embratel, Fundação Itaú Social, RGE, Enel, Coelba, Cosern, Celpe, BNDES, CPFL, Sanofi, Neve, Energisa, Celpa e Cemar. Mais informações sobre o Selo UNICEF em www.selounicef.org.br.

Sobre o UNICEF – O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas. Saiba mais em http://unicef.org.br/