Mais de 300 adolescentes e 200 mobilizadoras(es) de mais de 200 municípios inscritos nesta edição do Selo UNICEF estiveram reunidos, entre 21 de agosto e 06 de setembro, nos encontros estaduais de mobilização de adolescentes de Alagoas, Piauí e Paraíba. A agenda envolveu oficinas de design thinking, auto-estima e autocuidado com o corpo, além de esclarecimento de dúvidas sobre os desafios dos núcleos de cidadania de adolescentes (NUCA).

A interação e a troca de experiências entre os municípios que estão realizando os desafios dos NUCAs foi uma intensa marca dos encontros, que também serviram como oportunidade de revisão sobre a metodologia proposta pelo Selo UNICEF – sempre buscando garantir a participação efetiva de meninas e meninos no incremento de políticas públicas que impactam a vida delas e deles. 

Um dos destaques foi a participação do coordenador da Escola judiciária Eleitoral do TRE-PE, Eduardo Japiassú, nos encontros de Alagoas e da Paraíba, abordando Educação para Cidadania Democrática - #PartiuMudar, reforçando e motivando o grupo para a realização do Desafio 5. A adolescente Kalline Dandara, 14 anos, integrante do NUCA de Pombal (PB), destaca a importância das atividades de núcleo para a formação de outros adolescentes no município. “O NUCA pra mim é tudo. Nós podemos levar informações para as escolas, para os centros de convivência, e ajudar outros adolescentes”, destaca. 

Os encontros na Paraíba também contaram com o suporte do Consulado Geral do Reino Unido, que viabilizou a metodologia de Design Thinking para a discussão sobre as temáticas propostas para os NUCAs, tais como exclusão escolar, enfrentamento ao racismo, alimentação saudável, bullying, direitos sexuais e direitos reprodutivos. Essa oficina foi facilitada pelo CoLaboratório Ceça/Porto Digital.