Iniciativa é focada em profissionais de saúde e assistência social de municípios que participam do Selo UNICEF

O Fundo nas Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançou um curso online sobre amamentação e alimentação saudável para capacitar profissionais de saúde e assistência social de municípios inscritos no Selo UNICEF. Com 8 horas/aula, a iniciativa visa contribuir com o crescimento, desenvolvimento e formação de hábitos alimentares saudáveis de meninas e meninos nessa etapa da vida. 

Gratuito, o curso de educação a distância (EAD) Amamentação e Alimentação Saudável na Primeira Infância é direcionado a profissionais de saúde e assistência social, mas também está aberto a interessados de outras áreas, possibilitando reforçar ainda mais as políticas públicas municipais de saúde. O curso foi desenvolvido pelos parceiros da Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar (IBFAN) e Cipó Comunicação Interativa.

Acesse aqui.

O conteúdo está organizado de forma simples e interativa, permitindo fácil acesso e aprendizado. Basta realizar  um cadastro inicial com login e senha. A carga horária total do curso EAD é de 8 horas, composta por 4 módulos de 2 horas cada.

Alimentação saudável

Dados do Ministério da Saúde (2019), indicam que duas em cada três crianças menores de seis meses são alimentadas por outro tipo de leite além do materno, sobretudo leite de vaca. E somente uma em cada três crianças continua recebendo leite materno até os dois anos de idade, conforme recomendado. Além disso, as crianças estão comendo pouca variedade de alimentos saudáveis e estão expostas a alimentos ultraprocessados, que fazem mal à saúde, desde os primeiros anos de vida. 

Ao focar na primeira infância, o curso busca fortalecer a importância de uma alimentação complementar saudável para crianças e a manutenção de bons hábitos no futuro, ampliando o debate sobre saúde de qualidade para crianças, jovens, mães e toda a comunidade.

Curso é destinado a profissionais de municípios inscritos no Selo UNICEF

O curso foi apresentado aos gestores e técnicos de municípios inscritos no Selo UNICEF nos encontros de capacitação em saúde realizados em 18 estados brasileiros entre outubro e novembro de 2019. A iniciativa é uma alternativa para que os municípios realizem a ação 4.1 (amamentação e alimentação saudável) do Resultado Sistêmico 4 (Melhoria do estado nutricional de crianças e adolescentes).

Por ser EAD, chega em momento oportuno para a rotina dos interessados, garantindo a realização com todos os cuidados necessários no momento de distanciamento social exigido pela pandemia do coronavírus. Outros dois cursos também foram apresentados durante as capacitações e podem ser acessados através do site do Selo UNICEF: www.selounicef.org.br/cursos. Os detalhes sobre como os municípios podem comprovar esta e outras iniciativas podem ser acessados aqui.

Sobre o Selo UNICEF
A Edição 2017-2020 do Selo UNICEF conta com a participação de mais de 1.924 municípios de 18 estados brasileiros, na Amazônia e no Semiárido. Seu sucesso é resultado da parceria entre o UNICEF e governos estaduais e municipais por meio da atuação integrada entre diferentes níveis de governo voltados às crianças e adolescentes. 

Alcançar 1.924 municípios que participam do Selo UNICEF só é possível graças ao apoio de milhares de doadores individuais e de parceiros corporativos como Amil, Instituto Net Claro Embratel, Fundação Itaú Social, RGE, Enel, Coelba, Cosern, Celpe, BNDES, CPFL, Sanofi, Energisa, Celpa e Cemar.

Sobre o UNICEF
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) trabalha em alguns dos lugares mais difíceis do planeta, para alcançar as crianças mais desfavorecidas do mundo. Em 190 países e territórios, o UNICEF trabalha para cada criança, em todos os lugares, para construir um mundo melhor para todos. Acompanhe nossas ações em www.unicef.org.br e no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e LinkedIn.